Fique por Dentro

Voltar

12 DE OUTUBRO 2020

João Vítor Xavier concedeu entrevista ao Hoje em Dia neste feriado de 12 de outubro

Durante o bate-papo transmitido pelo Instagram do jornal, o candidato disse acreditar no segundo turno

João Vítor Xavier, candidato do Cidadania à Prefeitura de Belo Horizonte, foi entrevistado pelo jornal Hoje em Dia na série de bate-papos com os postulantes ao cargo máximo do executivo da capital. A live foi transmitida pela página do HD no Instagram, às 14h, desta segunda-feira, 12. 
 
Durante a conversa, conduzida pelo editor Evaldo Magalhães, o candidato apresentou-se aos internautas, reafirmando que, quando eleito, oferecerá aos belo-horizontinos “algo melhor que temos atualmente”, fazendo referência ao tempo inaceitável em que os pacientes que necessitam acessar a saúde pública na cidade esperem cerca de um ano e meio para conseguir marcar uma consulta eletiva ou realizar algum procedimento especializado. 
 
João Vítor respondeu às perguntas do condutor à respeito das críticas que ele tem à atuação da administração de BH durante a pandemia de coronavírus. “Gostaria de entender que embasamento científico o prefeito teve para abrir shooping popular e deixar a Galeria do Ouvidor fechada. Em que ele pensava quando decretou que de 9h às 11h os bares deveriam funcionar”, questionou referindo-se a nulidade dessas ações para frear o avanço da doença no município e sim gerar uma perda enorme para vários setores da economia da cidade. 
 
“O que eu não entendo é fechar o comércio e permitir ônibus lotados para a população sendo que a maior transmissão estava exatamente relacionada à lotação nesses veículos, faltou critério nas tomadas de decisões”, pontuou. 
 
Quando questionado sobre o que achava sobre a reabertura dos campos para os campeonatos de futebol, João disse que era uma ação menos importante que planejar a volta das aulas presenciais com segurança aos alunos e professores. “A Educação é prioridade, temos que entender e planejar um retorno e recuperar a qualidade do nosso ensino, que teve a pior avaliação nos últimos tempos realizada pelo IDEB”, afirmou. 
 
João disse ainda que pretende viabilizar meios para melhor uso e ocupação do solo de tempos em tempos em Belo Horizonte, incentivar o retorno de empresas para o Centro da capital mineira. O candidato acredita que irá para o segundo turno, relembrando os últimos resultados das eleições quando comparado às pesquisas. “O resultado das eleições ao governo do estado e ao senado são exemplos disso!” concluiu.